23 de agosto de 2016

Genialidade



Existem gênios precoces na matemática, na física, na música. Peças incríveis compostas aos 7 anos, doutorados concluídos aos 12, mas onde estão os gênios do secretariado?

É pedir demais um guri de 15 anos que virou o mundo da biblioteconomia de cabeça pra baixo?

O mundo da terapia ocupacional jamais será o mesmo depois das descobertas fundamentais desta criança de 11 anos.

Sacaneiam os trabalhos de pós em humanas, só que devia rolar mais desses mestrados escrotaços, desses doutorados que soam muito idiotas e saem no G1. Passou da hora de uma evolução (quase coloquei um "r" entre parênteses antes) fodona em como encaramos a hotelaria. Análise crítica da hotelaria. Um perceptivo ensaio sobre a ontologia da hotelaria. Novas fronteiras do conhecimento do turismo (hehe).

A socialização ocidental não permite a genialidade em humanas, impede o surgimento de prodígios onde ora só se fuma maconha e faz ciranda, and I for one will not stand for it.

"Ah, mas os gênios da física vão solucionar a nossa futura crise energética. O que um gênio do secretariado vai solucionar?"

Amigo, eu saberia se nossa sociedade não DESPREZASSE esse conhecimento.

2 comentários: