5 de julho de 2012

Nostalgia por uma época que, ainda bem, eu nunca mais vou viver mesmo, então posso reclamar

Meio que sinto falta da época em que as pessoas colocavam uma parede entre mim e suas opiniões. Sempre parecia que eu só conheceria um cercadinho das ideias de alguém, mas, graças ao Twitter, eu descobri que críticos de cinema não só criticam cinema, mas são muito engajados politicamente, que gostam de gatos e não de cachorros, que têm dificuldade em abrir um monte de recipientes de plástico e que têm opiniões contundentes a respeito do trânsito e do espaço urbano.

Como Ron Swanson, estou consciente da ironia que é a minha vida neste momento, mas pelo menos eu posso pensar que neguinho que chega aqui quer ler minhas porcarias mesmo, sem saber muito o assunto interessantíssimo que eu devo abordar.

Ao contrário da minha surpresa ao seguir esses perfis de Twitter corporativos e descobrir, tipo, que a Coca-Cola tem péssima ortografia.

Ah, e só pra aproveitar a leva, véi, também podiam parar com o uso inconsistente de maiúsculas e minúsculas, hein?

2 comentários:

  1. Traduz e manda pro Ebert.

    ResponderExcluir
  2. Não sei se é bom discutir com o Ebert. Vai que ele fica mordido. (HAHAHA)

    ResponderExcluir